quinta-feira, 3 de agosto de 2017

Alunas do Curso de Licenciatura em Física participam de tradicional Escola de Física no Rio de Janeiro



O Centro Brasileiro de Pesquisas Físicas (CBPF) sediou, entre os dias 17 e 28 de julho, a décima primeira edição da tradicional Escola do CBPF. Este é um dos eventos mais importantes no calendário da Física brasileira, atraindo uma grande quantidade de estudantes de graduação e pós-graduação de todas as regiões do Brasil e de países da América Latina.
Com periodicidade bianual, a escola consiste em dois módulos distintos, voltados para a graduação e pós-graduação em diferentes áreas da Física. O módulo “Graduação”, com uma semana de duração (de 24 a 28 de julho), objetiva complementar a formação básica em Física, com cursos de cinco aulas, abordando temas de diversas áreas da Física. Esta formação proporciona aos alunos uma visão panorâmica da Física contemporânea, colocando-os em contato com a fronteira do conhecimento.
Foi nesse módulo que as alunas do curso de Licenciatura em Física do IFFar, Campus São Borja, Anelise Santos, Brenda Miranda, Bruna Cerentini e Kelen Kruger, estiveram participando, levando o nome do curso, bem como alguns dos projetos desenvolvidos no mesmo, para a Cidade Maravilhosa, já que os trabalhos Físichef, Astronomia na Escola e Clube de Astronomia foram apresentados no evento, através do formato pôster.

A experiência para as alunas foi gratificante, pois tiveram um contato com a realidade na Física no cenário nacional, e ainda, verificar in loco que o Curso de Licenciatura em Física do campus São Borja está no mesmo patamar daqueles considerados os grandes cursos do país. Além disso, a oportunidade de ter o contato com áreas além das vistas em um curso tradicional, como Astrobiologia, Biofísica e Física de Partículas, geraram possíveis ideias de seguimento nos estudos da pós-graduação.
A aluna Anelise comenta que “Participar da XI Escola do CBPF foi, sem sombra de dúvidas, uma experiência única, onde tive a oportunidade de adquirir conhecimentos que contribuem tanto na minha formação acadêmica quanto pessoal, tendo em vista que tive contanto com pessoas de várias partes do Brasil que estavam participando do evento. E, claro, conhecer o Rio de Janeiro, cidade maravilhosa, porque a gente foi para estudar, mas também para dar uns rolês". Brenda por sua vez afirma que "Participar da XI Escola do CBPF com certeza foi uma oportunidade inesquecível. O contato com diferentes linhas de pesquisa, conhecer os laboratórios, os professores certamente contribuiu muito para minha formação. Além disso a experiência de conhecer estudantes de física de diferentes estados brasileiros foi muito divertida, interessante e enriquecedora culturalmente. Fora o fato de que "O Rio de Janeiro continua lindo!" haha. Repetiria tudo sem pensar!. 

Para Bruna, "Participar da XI Escola do CBPF – RJ proporcionou-me novos conhecimentos além, de ter contato com outra realidade diferente da que estou acostumada. É uma experiência única na qual me senti muito feliz em estar em meio de pessoas com o mesmo propósito que o meu e também o contato com Doutores em diversas áreas da Física". Já Kelen afirma que "Ter a oportunidade de participar da XI escola do CBPF foi um momento de muito aprendizado, informação, troca de experiências e a certeza de que é possível e indispensável pensar  e fazer ciência de qualidade e necessário investir no ensino em nosso país."

Nenhum comentário:

Postar um comentário